Consultores e Datafolha visitam práticas inscritas no 13º Prêmio Innovare


Consultores e Datafolha visitam práticas inscritas no 13º Prêmio Innovare Instituto Datafolha e consultores especiais do Innovare vão verificar a eficácia e qualidade de 482 iniciativas.

Em sua 13ª edição, o Prêmio Innovare recebeu 482 inscrições para concorrer em seis categorias com tema livre: Tribunal, Juiz, Defensoria Pública, Ministério Público, Advocacia e Justiça e Cidadania. A categoria que mais recebeu inscrições foi a Justiça e Cidadania, com 207 práticas. Criada em 2015, a categoria Justiça e Cidadania é destinada a participação da sociedade civil e devido ao sucesso da primeira experiência, a organização do Prêmio resolveu repeti-la em 2016. A categoria advocacia foi a segunda a receber mais inscrições com 66 propostas, seguida pela Tribunal com 61; a Juiz com 58; a Ministério Público com 52 e a Defensoria Pública com 38.

A próxima etapa do concurso é a visitação das práticas concorrentes até o dia 25 de julho. As práticas inscritas pela sociedade civil receberão visitas dos pesquisadores do Instituto Datafolha e as práticas inscritas por magistrados, membros do Ministério Público, Defensores Públicos e advogados receberão visitas do consultores do Instituto Innovare. Os relatórios e as inscrições serão enviados à Comissão julgadora do Prêmio para que sejam examinadas e julgadas até novembro de 2016. O anúncio dos premiados acontecerá em dezembro, durante a cerimônia de premiação, no Supremo Tribunal Federal.

As inscrições em cada região do país:

- See more at: http://www.premioinnovare.com.br/noticia/consultores-e-datafolha-visitam-praticas-inscritas-no-13o-premio-innovare#sthash.R0hc822f.dpuf

Inscrições Prêmio Innovare

Tema será livre para práticas inscritas na 13ª edição do Prêmio Innovare

A 13ª edição do Prêmio Innovare foi lançada nacionalmente nesta terça-feira (8/3), na sede do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, com o slogam Valorizando o melhor da Justiça. O Prêmio Innovare tem como objetivo o reconhecimento e a disseminação de práticas transformadoras que se desenvolvem no interior do sistema de Justiça do Brasil, independentemente de alterações legislativas.

As Inscrições para o prêmio estarão abertas até o dia 12 de maio e podem ser apresentadas por meio do sítio eletrônico do Prêmio (www.premioinnovare.com.br). A novidade nesta edição é que o tema será livre para concorrer nas categorias Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania – nesta última categoria o Prêmio Innovare receberá práticas da sociedade civil que, através da Justiça, contribuem para o fomento da cidadania brasileira.

Todas as práticas recebidas e de acordo com o regulamento serão visitadas por consultores especializados e, posteriormente, julgadas pelos integrantes da Comissão Julgadora. As práticas vencedoras do décimo terceiro Prêmio Innovare serão conhecidas em dezembro de 2016, durante a cerimônia de premiação, no Supremo Tribunal Federal (STF). Maiores informações podem ser obtidas no regulamento para inscrições.

“Desde 2004 o Innovare dissemina propostas e ações que contribuem para a eficiência, a criatividade, a desburocratização e a agilização dos serviços judiciais. Isto vem permitindo a adoção de bem sucedidas práticas jurídico-administrativas pelos que buscam eficiência e celeridade no sistema de Justiça. Cumprimento em nome do Tribunal da Cidadania (STJ) o Instituto Innovare e os seus realizadores por esta importante contribuição na busca de um Judiciário cada vez mais célere e transparente, no qual todos nós possamos dizer que a ele temos orgulho de pertencer”, afirmou o presidente do STJ, ministro Francisco Falcão.

Para o presidente do Conselho Superior do Instituto Innovare, Ayres Britto, o slogam Valorizando o melhor da Justiça serve para “reafirmar o compromisso institucional do Instituto Innovare com o aperfeiçoamento do sistema de Justiça”. Ayres Britto também falou sobre a principal novidade desta edição, de não haver um tema fechado para as práticas concorrentes. “Não há tema fechado. Tudo é em absolutamente aberto, para que haja ainda uma melhor instigação, uma melhor incitação ao exercício da imaginação”, disse.


4 visualizações
INSTITUCIONAL
Please reload

DIÁRIO OFICIAL
Please reload

CONSELHO SUPERIOR
Please reload

LEGISLAÇÃO
SERVIÇOS
Please reload

IMPRENSA
Please reload

Please reload

Avenida André Araújo, nº 679 - Bairro Aleixo
CEP 69060-000 | Manaus - Amazonas