Dez defensores públicos atuam em mutirões para reduzir processos nos Juizados Maria da Penha


Defensor público geral em exercício, Antônio Cavalcante, com parte da equipe de defensores públicos que estão atuando na campanha "Justiça pela Paz em Casa"

A Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) reforçou as equipes das 22ª e 23ª Defensorias Públicas Forenses Criminais de 1° Grau e conta com dez defensores públicos para atuar nos mutirões de audiências de instrução e julgamento que acontecem entre os dias 15 e 19 e 22 e 26 de agosto nos 1° e 2° Juizados Maria da Penha, localizados nas zonas leste e sul de Manaus, respectivamente. A abertura das atividades ocorreu nesta segunda-feira,15 de agosto, no auditório do Centro de Referência Estadual de Apoio à MulherVítima de Violência (Cream), no Educandos, zona sul da capital.

Os mutirões fazem parte da campanha nacional “Justiça pela Paz em Casa” que, no Amazonas, é promovida pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJAM) em parceria com a Defensoria Pública, Ministério Público do Estado, Ordem dos Advogados do Brasil e Câmara Municipal de Manaus. O defensor público geral em exercício, Antônio Cavalcante de Albuquerque Júnior, destacou a importância dos mutirões para reduzir o acúmulo de processos nos Juizados Maria da Penha, bem como o esforço da DPE-AM que, mesmo com o quadro reduzido da instituição, destacou dez defensores públicos para atuar na defesa e orientação nas audiências de instrução e julgamento.