Órgãos de defesa do consumidor vão à Justiça para exigir adequações em serviços bancários no Amazona


Uma série de irregularidades, constatadas repetidas vezes por meio de visitas in loco, documentos e depoimentos de consumidores levaram seis instituições de proteção ao direito do consumidor no Amazonas a processarem conjuntamente os bancos Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, que possuem agências e postos bancários na maior parte dos municípios amazonenses, pela má prestação dos serviços bancários no Estado. A ação foi assinada e protocolada na Justiça Federal nesta quinta-feira, 13 de outubro.

A ação é mais um resultado do trabalho conjunto da força-tarefa integrada pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM), Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Secretaria Executiva de Proteção e Orientação ao Consumidor do Amazonas (Procon-AM), Ouvidoria e Proteção ao Consumidor do Município de Manaus (Procon-Manaus).