Defensoria Pública realiza 222 atendimentos em ação itinerante no bairro Colônia Antônio Aleixo


A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) realizou 222 atendimentos na primeira ação itinerante de 2017. Nos dias 23 e 24 de janeiro, a instituição prestou orientação e assistência jurídica no bairro Colônia Antônio Aleixo, na zona leste de Manaus, em ação que integrou programação da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc) voltada a crianças e adolescentes que vivem em situação de rua em Manaus e seus familiares.

A coordenadora da ação, defensora pública Caroline Braz, destacou a receptividade da população ao atendimento da Defensoria Pública, que abrangeu demandas das áreas de Família e Registros Públicos. Pensão alimentícia, retificação de registro civil e investigação de paternidade estão entre os principais atendimentos, realizados na Paróquia Nossa Senhora das Graças, localizada no bairro.

Gabriele Lima dos Reis, 19 anos, foi uma das atendidas. Ela procurou a Defensoria Pública para iniciar o processo de investigação de paternidade. “Saio daqui confiante de que vou conseguir resolver porque foi pedida a investigação de paternidade. Retorno amanhã com o pai do meu filho para tentarmos resolver de uma vez”, disse a dona de casa.

Valdilene Dantas, 31 anos, recebeu assistência jurídica para revisão da pensão alimentícia. “Vim dar entrada na revisão da pensão para que o pai da minha filha comece a pagar o valor certo. Aqui também fui esclarecida que posso dar entrada no procedimento para reclamar de abandono afetivo, já que ele não é presente na vida da minha filha. Recebi também um documento aqui para levar direto ao INSS para que seja descontado diretamente do benefício dele o valor que ele ainda não pagou”, disse Valdilene, que elogiou o atendimento da Defensoria Pública. “Gostei muito da rapidez com que fui atendida e da forma como foram pacientes ao tirarem minhas dúvidas”, afirmou.


70 visualizações