Escola Superior da Defensoria Pública divulga resultado final da seleção do Programa de Residência J


A Escola Superior da Defensoria Pública do Amazonas (Esudpam) divulgou nesta segunda-feira, dia 29 de maio, o edital com o resultado final do I Exame de Seleção de Candidatos ao Programa de Residência Jurídica da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM). O edital, que contém a lista com a classificação dos candidatos em ordem decrescente de pontuação, está disponível no site www.defensoria.am.def.br, no menu Esudpam/Processo Seletivo.

De acordo com o diretor da Esudpam, defensor público Carlos Almeida Filho, as provas e as notas de todos os candidatos que realizaram o exame poderão ser consultadas pessoalmente na sede da Escola, na rua 24 de Maio, 321, Centro, zona sul de Manaus, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 14h. A convocação dos dez primeiros classificados deverá ser feita ainda nesta semana.

O defensor público geral do Amazonas, Rafael Barbosa, destacou que o Programa de Residência Jurídica tem o objetivo de proporcionar aos bacharéis em Direito o aprofundamento no conhecimento sobre o modelo de assistência jurídica integral e gratuita prestado pela Defensoria Pública à população de baixa renda. “É uma oportunidade para disseminarmos na comunidade acadêmico-jurídica a visão sobre a instituição, proporcionando também treinamento prático”, afirmou.

Conforme o Edital n° 002/2017-ESUDPAM, que trata do Exame de Seleção e também está disponível no site da DPE-AM, as 10 vagas do Programa de Residência Jurídica (PRJ) deverão ser preenchidas pelos candidatos aprovados na seleção que comprovem ter obtido o título de Bacharel em Direito. Os aprovados serão convocados, por ordem de classificação, ficando a critério da administração da instituição, em caso de surgimento de vagas, convocar candidatos constantes do cadastro de reserva, observada a ordem de classificação.

No momento da convocação para matrícula no PRJ, o aprovado deverá apresentar os seguintes documentos: cédula de identidade; CPF; titulo de eleitor; comprovante de quitação eleitoral; certificado de quitação com o serviço militar (se homem); comprovante do título de Bacharel em Direito e de colação de grau; e certidões negativas criminais e disciplinares dos órgãos e/ou entidades a que esteja vinculado.

O processo seletivo tem validade de um ano, a contra da publicação do resultado final, prorrogável por igual período.


1,154 visualizações
INSTITUCIONAL
Please reload

DIÁRIO OFICIAL
Please reload

CONSELHO SUPERIOR
Please reload

LEGISLAÇÃO
SERVIÇOS
Please reload

IMPRENSA
Please reload

Please reload

Avenida André Araújo, nº 679 - Bairro Aleixo
CEP 69060-000 | Manaus - Amazonas