Prova para concurso de defensor público do Estado do Amazonas será reaplicada


O Conselho Superior da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) decidiu reaplicar a prova objetiva do concurso para defensor. A reunião aconteceu na sede da DPE-AM, na manhã desta sexta-feira, 27, e após apreciação de relatório feito por uma das conselheiras houve a votação que culminou com cinco votos a dois pela reaplicação da prova. Durante a votação todos os conselheiros deixaram claro não acreditar em existência de fraude.

A reunião teve a presença de representante da comissão organizadora do concurso, composta por defensores públicos; de representantes da Fundação Carlos Chagas (FCC), instituição contratada para elaborar, aplicar e corrigir as provas, e por um representante do candidato que está participando do certame.