Defensoria Pública faz busca ativa de famílias onde houve feminicídio


Objetivo é identificar as vítimas indiretas da violência doméstica para acompanhamento psicológico

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), por meio do Núcleo Especializado em Atendimento de Mulheres Vítimas de Violência Doméstica (Naem), está desenvolvendo um trabalho de busca ativa das famílias onde houve feminicídio ou tentativa de feminicídio. A iniciativa pretende identificar as vítimas indiretas da violência doméstica para acompanhamento psicológico. A defensora pública Caroline Braz Penha, responsável pelo Naem, destaca que, em agosto, quando foi celebrado o aniversário da Lei Maria da Penha, o feminicídio foi um assunto muito discutido em todo o Brasil abordando basicamente as vítimas do feminicídio, as mulheres que são vítimas fatais ou de tentativa de feminicídio, deixando uma lacuna em relação às famílias, às crianças que ficam. Caroline Braz ressaltou, ainda, que há uma nova lei, promulgada no último dia 25 de setembro, que