Defensoria propõe em audiência pública termo de ajustamento de conduta para Eletrobras Amazonas ener


O defensor Christiano Pinheiro da Costa, da 1ª. Defensoria Especializada no Atendimento ao Consumidor (DEAC), propôs, durante audiência pública ocorrida nesta manhã desta segunda-feira, 25, na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a empresa Eletrobras Amazonas Energia para que os laudos dos medidores dos casos em que envolvam a recuperação de faturamento sejam fiscalizados por órgãos isentos como Ipem e Inmetro.

A cobrança de tarifas cujos valores são consideradas absurdas para os padrões das residências é o principal motivo de centenas de reclamações, algumas das quais judicializadas, como as cerca de 600 registradas na Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM). De acordo com o defensor, essa fiscalização dos medidores é feita por uma