Após denúncia da população de Barreirinha, DPE instaura PADAC para averiguar denúncias de poluição



População relata sofrer com as consequências do descarte de lixo no município, situação que se torna mais grave ainda em decorrência da pandemia


A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (Polo Baixo Amazonas) instaurou, nesta quinta (8), Procedimento para Apuração de Dano Coletivo (PADAC) para averiguação da poluição ambiental e do dano causado à saúde da população de Barreirinha em razão das condições de acondicionamento do lixo no município.


O procedimento administrativo solicita ao Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), informações acerca do processo administrativo que tramita junto ao referido órgão sobre à área a ser destinada para construção do aterro sanitário em Barreirinha. Pede ainda, que a Secretaria de Meio Ambiente do Município encaminhe para a DPE/AM, no prazo de sete dias, o Plano Municipal de Resíduo Sólido, informando as estratégias e metas no que tange à sua gestão.


A defensora pública Enale Coutinho e o defensor público Gustavo Cardoso convidam a população interessada para participar de futuras reuniões envolvendo o objeto deste PADAC, conforme consta no documento.


Foto: reprodução da internet

94 visualizações

Posts recentes

Ver tudo