Defensor público geral do Amazonas participa de posse virtual da nova corte do TJAM



O defensor púbico geral do Estado, Ricardo Paiva, participou nesta sexta-feira, 3, da solenidade de posse virtual dos novos dirigentes da Corte do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), para o biênio 2020/2022. A cerimônia foi realizada por videoconferência em função dos cuidados adotados para evitar o risco de contaminação pelo novo coronavírus.


Paiva destacou em seu discurso o desejo de sucesso a nova gestão composta pelo desembargador Domingos Jorge Chalub Pereira, que assumiu a presidência do Tribunal; a desembargadora Carla Maria Santos dos Reis, que tomou posse como vice-presidente; e a desembargadora Nélia Caminha Jorge, como corregedora-geral de Justiça.


“Ao desembargador Domingos Chalub, que assume o nobre desafio de conduzir uma Corte que goza de prestígio e credibilidade perante à sociedade, meu sincero desejo de sucesso. A sua passagem anterior pelo comando do tribunal, demonstrou não somente a sua capacidade de gestão, mas o quão sensível ele é às necessidades do jurisdicionado, dos advogados, dos próprios magistrados e da Defensoria Pública. A Justiça diz respeito à igualdade, ao equilíbrio. Por isso também registro a minha alegria ao ver as desembargadoras Carla Reis e Nélia Caminha compondo a nova gestão, sinônimo de que o Poder Judiciário Amazonense estará cada vez mais acessível aos que dele necessitam, sobretudo por se tratar de duas mulheres aguerridas, competentes e tão alinhadas com a tutela de pessoas vulneráveis”, ressaltou.



O defensor público geral do Estado registrou elogios à gestão que se despede que foi conduzida pelo desembargador Yedo Simões de Oliveira (presidente); Wellington José de Araújo (vice-presidente) e Lafayette Carneiro Vieira Júnior (corregedor-geral) e parabenizou pelos avanços conquistados nos últimos dois anos.


“Como bem definiu o escritor, jornalista e ensaísta político inglês, George Orwell, a história é contada pelos vencedores. O desembargador Yedo Simões de Oliveira é alguém que não apenas ficará para a história do Judiciário, como também irá inspirar outros tantos a repetir e, oxalá, superar, os seus feitos como membro do Poder Judiciário. Com seus mais de 40 anos servindo o nosso Estado como magistrado, sua gestão na presidência do Tribunal de Justiça do Amazonas foi apenas uma parte de todo o seu histórico de dedicação”, destacou.



Yedo Simões, em sua despedida, destacou que em 24 meses de mandato superou grandes desafios e a maior preocupação foi agregar ferramentas capazes solucionar dificuldades, a fim de tornar a Justiça mais célere e abrangente. “Alcançamos patamares nunca antes atingidos por tribunais do país e premiações nacionais que se destacam e servem de exemplo para outros tribunais. Buscamos implementar uma Justiça mais célere e abrangente. Conseguimos avanços com recursos digitais e ferramentas capazes de enfrentar a grande demanda que, por vezes, é desproporcional à força de trabalho e onde prevalece a força de vontade, a disposição e o comprometimento dos servidores”, disse.


No discurso de posse, Domingos Chalub chamou atenção para a crise no mundo provocada pelo Covid-19 e fez uma homenagem a médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde que atuam na linha de frente atendendo pacientes acometidos pela doença. “Merecem homenagem pela bravura e virilidade de Aquiles de Troia, honestidade de Heitor de Troia e pela astúcia que os cientistas têm de Pares, que venceu Aquiles. Por essa razão, confesso meu respeito de forma ajoelhada por esses soldados combatentes dessa maldição que se debruçou sobre nossa civilização”, observou.


Quanto a sua administração, Chalub disse que prefere não fazer promessas e afirmou que vai investir na valorização dos servidores. “Vou procurar vitaminar e fortalecer o que chamo de musculatura do Tribunal de Justiça, que são os servidores, principalmente os de carreira, os concursados. Disse quando assumi mandato tampão em 2009 e 2010, que a musculatura do Tribunal são os servidores e os neurônios para as partes são os magistrados. Vou seguir nessa senda procurando unir a todos”, falou.


Fotos: Clovis Miranda/DPE-AM

0 visualização