Defensoria Pública do Amazonas discute cuidados para retorno às aulas em Tabatinga



A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) participou de uma reunião na terça-feira, 7, com a equipe da Secretaria Municipal de Educação de Tabatinga, a 1.106 quilômetros de Manaus, para discutir o retorno às aulas nas escolas do município e os cuidados que devem ser adotados para evitar o risco de contágio por Covid-19. Uma das preocupações está focada na educação indígena e com crianças que compõem ou têm contato com familiares do grupo de risco da doença.


A instituição foi representada pela defensora pública e coordenadora do Polo Alto Solimões, Elânia Cristina. Ela ressaltou que há uma pressão de parte da população e setores da sociedade para o retorno às aulas. Contudo, esclarece que é necessário criar e estabelecer um protocolo que observe as especificidades e a realidade dos alunos para garantir um ambiente seguro para alunos, professores e demais funcionários.


Segundo Elânia, outra preocupação é com os profissionais da Educação. “Além das crianças que estão do grupo de risco e apresentam comorbidades, há o fato de algumas professoras e professores, assim como a equipe de apoio, também serem do grupo de risco. Por isso, é preciso pensar em todos os cuidados possíveis para que nenhuma ação seja adotada de forma precipitada, em relação ao retorno às aulas”, disse.


A defensora pública esclarece que havia um plano inicial da Secretaria Municipal de Educação para o retorno das aulas a partir de julho, mas que foi transferido para agosto. “Não é algo definitivo porque está se montando um calendário. Vai depender de várias perspectivas das autoridades de Saúde e Educação, mas muita coisa está sendo pensada em relação a rodízio de alunos, distanciamento, adaptação das escolas, horários de recreio e saídas distintos; e como levar educação para crianças que são do grupo de risco e não podem ir para a sala de aula”, pontuou.


Ela destacou o trabalho que está sendo feito pela Secretaria Municipal de Educação para discutir, planejar e escolher o melhor caminho para que a volta às aulas ocorra de forma segura e sob a melhor orientação para os cuidados com a saúde de todos os envolvidos.


“Fiquei muito satisfeita com a reunião. O secretário municipal de Educação, professor Valdiney Santos, está fazendo um planejamento detalhado e tem uma visão ampla sobre os cuidados que devem ser observados para a realidade local. Esse processo foi pensado por ele e pela comitiva de secretários executivos e envolve a compra de EPIs, produtos de limpeza, autorização das autoridades de Saúde e demais ações necessárias para resguardar a saúde de todos e prevenir o risco de contaminação por Covid-19”, ponderou.


65 visualizações
INSTITUCIONAL
Please reload

DIÁRIO OFICIAL
Please reload

CONSELHO SUPERIOR
Please reload

LEGISLAÇÃO
SERVIÇOS
Please reload

IMPRENSA
Please reload

Please reload

Avenida André Araújo, nº 679 - Bairro Aleixo
CEP 69060-000 | Manaus - Amazonas