Defensoria solicita e Unidade Prisional de Tefé adota medidas de prevenção ao Covid-19


Após recomendações e requisições da Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), uma série de medidas foram adotadas para evitar a propagação do coronavírus na Unidade Prisional de Tefé. Por meio da atuação do Polo do Médio Solimões, a situação prisional de todos os municípios da região tem sido monitorada por defensores públicos.

Nesta quinta-feira (30), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que Equipe de Atenção Básica Prisional vai orientar os presos do município sobre o uso e higienização correta das máscaras de tecido, bem como orientar acerca dos cuidados necessários para prevenção à propagação do novo coronavírus. A iniciativa atende ao ofício enviado pela DPE-AM solicitando a orientação dos detentos.

A Unidade Prisional de Tefé recebeu 200 máscaras após intermediação da Defensoria, em doação feita em parceria com a Câmara Municipal e a Pastoral Carcerária. Também depois de recomendação da DPE-AM, a Semsa realizou uma triagem na penitenciária e detectou 32 detentos com síndrome gripal, sendo três deles com sintomas característicos do Covid-19.

“Nos três presos com critério para coronavírus, foi realizado exame que deu negativo para Covid-19. Recebemos os prontuários dos 32 detentos triados. Tendo em vista a informação de que o teste rápido possui um grau expressivo de falso negativo, a orientação da Secretaria de Saúde é para que o trio com sintomas seja mantido em isolamento. Ocorre que é de conhecimento público que no presídio não há condições de isolamento efetivo, motivo pelo qual será realizado pedido de conversão de suas prisões em domiciliar para garantir a segurança de todos. De qualquer forma, primeiro, oficiamos a administração da Unidade Prisional de Tefé requerendo o isolamento”, explica a defensora pública Márcia Mileni, coordenadora do Polo da DPE-AM no Médio Solimões.

Municípios

No Médio Solimões, todas as delegacias, que também funcionam como unidade prisional, receberam ofícios da Defensoria cobrando a implementação de medidas de prevenção à transmissão do coronavírus. Entre as recomendações está o pedido para que, no caso de novas prisões, que o preso permaneça isolado por pelo menos 15 dias, a fim de se garantir que não há risco de transmissão da doença.

O Polo da DPE-AM no Médio Solimões é responsável por ofertar atendimento jurídico gratuito aos municípios de Tefé, Maraã, Juruá, Uarini, Alvarães, Jutaí, Fonte Boa e Japurá. Para assistência da Defensoria na região, o cidadão pode ligar para o telefone (92) 98416-8722.

39 visualizações