Em Manaus, ministra Damares conhece atuação do Núcleo de Atendimento Prisional da Defensoria

Com o Núcleo, DPE-AM prestou atendimento jurídico gratuito a mais de 7 mil presos nos últimos dois meses


A Defensoria Pública do Estado apresentou o funcionamento do Núcleo de Atendimento Prisional (NAP/DPE-AM) à ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, em reunião nesta terça-feira (16), no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, na Zona Sul de Manaus.



Participaram do encontro o defensor geral do Amazonas, Ricardo Paiva; o coordenador do NAP, defensor Theo Eduardo Costa; o secretário estadual de Administração Penitenciária, coronel Vinícius Almeida; além de representantes da Vara de Execução Penal e do Ministério Público.



"A ideia da ministra Damares é tentar entender um pouco do sistema prisional do Amazonas. A gente mostrou a atuação da Defensoria, destacando a criação do NAP em 2019, que permitiu o atendimento diário a todas as unidades prisionais de Manaus. Isso tem contribuído muito para a redução da massa carcerária e para a garantia de direitos dos internos", explicou o defensor geral do Amazonas, Ricardo Paiva.





Pelo NAP, a Defensoria prestou atendimento jurídico gratuito a 7.437 detentos das unidades prisionais de Manaus durante a pandemia de Covid-19, entre 16 de março e 31 de maio. Com a suspensão dos atendimentos presenciais como medida de prevenção à doença, o Núcleo tem atendido os presos de forma remota, com a análise de processos e peticionamentos por meio de teletrabalho.



Segundo Paiva, a reunião com a ministra Damares também foi positiva porque o sistema carcerário do Amazonas está sempre em evidência na imprensa nacional e internacional de maneira negativa, dificultando a divulgação de melhorias nas unidades prisionais.



"Por mês, a Defensoria chega a atender 2.400 presos. Quando nós vamos para dentro do sistema prisional e estamos sempre avaliando, fazendo fiscalizações, contribuímos para que não exista ou diminua a possibilidade de rebeliões e outros massacres", destacou.



O coordenador do NAP, defensor Theo Eduardo Costa, avaliou a iniciativa da ministra como positiva. "Além de conhecer as iniciativas positivas, a reunião serviu para se pensar alguma eventual melhoria para o sistema prisional do Amazonas", ressaltou.



Após a reunião, Damares Alves não se pronunciou publicamente. Segundo sua assessoria, a ministra iria atender a imprensa em outro evento da agenda oficial na capital amazonense.

59 visualizações
INSTITUCIONAL
Please reload

DIÁRIO OFICIAL
Please reload

CONSELHO SUPERIOR
Please reload

LEGISLAÇÃO
SERVIÇOS
Please reload

IMPRENSA
Please reload

Please reload

Avenida André Araújo, nº 679 - Bairro Aleixo
CEP 69060-000 | Manaus - Amazonas