Mesmo com decisão judicial contrária, concessionária mantém corte de energia



Defensoria pede execução de multa diária de R$ 2 mil contra a Amazonas Energia por descumprimento de determinação judicial


A 1ª Defensoria Pública de 1ª Instância de Atendimento ao Consumidor pediu à Justiça Estadual, nesta segunda-feira, 23, a execução de multa diária de R$ 2 mil contra a Amazonas Energia por descumprimento de determinação judicial. Uma liminar, datada de 20 de março, garantiu a uma consumidora de Manaus, que tem doença pulmonar crônica, a religação do serviço de energia elétrica.